Segundo o Governo brasileiro, a obrigatoriedade da Nota de Produtor Eletrônica entrará em vigor em breve e em todo o país.

 

No entanto, com uma nova lei no ar, os Produtores Rurais precisarão se adaptar para garantir a conformidade com o legislativo.

 

Por isso, como a tarefa que nem sempre é fácil, a tecnologia surge como um meio de simplificar e agilizar o processo de emissões. Quer saber tudo sobre esse assunto? Confira na íntegra:

 

 

Quando entra em vigor a obrigatoriedade da Nota de Produtor Eletrônica?

 

Desde 01/01/2021, todos os Produtores Rurais com faturamento superior a R$200.000,00 no ano anterior estão obrigados a utilizar a Nota Fiscal de Produtor eletrônica – NFP-e – nas operações interestaduais.

 

No entanto, conforme a Norma de Procedimento Fiscal – NPF n. 019/2023 e Ajuste SINIEF n. 010/2022, em breve todos os que já estavam obrigados a emitir NFP-e em operações interestaduais, também estarão obrigados em operações internas.

 

Logo, com uma ampliação na obrigatoriedade, a Nota de Produtor Eletrônica entra em vigor no dia 1 de maio de 2024 para todos os Produtores Rurais do Brasil, sem limites de faturamento.

 

Mas não é de hoje que o estado está, gradualmente, implementando esta mudança. Sabe-se que a NF-e já existe desde 2006, anunciada há mais de 18 anos. E é desse mesmo modelo que surgiu, em outubro de 2018, a Nota de Produtor Eletrônica, para fins fiscais.

 

Você está pronto para quando a obrigatoriedade chegar? Conte para nós nos comentários! 😉

 

Esteja preparado para a obrigatoriedade da NFP-e com o Agronota!

 

Quais os requisitos para emitir Nota de Produtor Eletrônica?

 

Para estar preparando e cumprir com 100% da lei, o primeiro passo é conseguir todos os requisitos necessários para a emissão de NF-e rural.

 

Veja quais são os requisitos mínimos exigidos:

 

  1. Credenciamento na SEFAZ;
  2. Inscrição Estadual de Produtor;
  3. Certificado digital de modelo A1;
  4. Sistema emissor de Nota de Produtor Eletrônica;
  5. E prontinho! Você já estará apto para emitir eletronicamente suas notas fiscais de produtor.

 

Confira no link abaixo como realizar o credenciamento na SEFAZ do seu estado:
Credenciamento na SEFAZ para emissão de NFP-e

 

Quem deve emitir Nota de Produtor Eletrônica?

 

Torna-se obrigatória a emissão de Nota de Produtor Eletrônica sempre que houver uma transação financeira que caracteriza a venda de produtos ou serviços.

 

Logo, isso significa dizer que a nota é uma forma de sinalizar a operação para a SEFAZ e de recolher os impostos incidentes.

 

De antemão, após 1 de maio de 2024, deve emitir nota eletrônica todo o Produtor que comercializar seus produtos advindos da atividade rural, sendo uma operação interna ou ainda, interestadual.

 

O emissor de nota de produtor mais simples e rápido

 

Tornamos a emissão de notas tão fácil que você consegue emitir no seu primeiro acesso, de onde estiver, mesmo sem nenhuma experiência anterior com isso.

 

Esqueça os erros e o preenchimento manual, nós automatizamos o cálculo de ICMS e Funrural para você! Basta escolher o cliente, produto, quantidade, valor unitário e prontinho, NFPe emitida em segundos.

 

E você? Precisa de um emissor Nota de Produtor Eletrônica simples e rápido? Conheça o Agronota e simplifique o cumprimento da obrigatoriedade.

 

Emissor de nota de produtor - NFP-e - Agronota - o mais simples e rápido

Acesse: Emissor de Nota de Produtor Eletrônica mais simples e rápido – Agronota

 

Gostou do conteúdo? Considere inscrever-se em nossa newsletter e receba os próximos artigos direto em seu e-mail. Ficou com alguma dúvida sobre a obrigatoriedade da nota de produtor eletrônica? Deixe um comentário.

 

Assine a
newsletter gratuita
do Agronota!

Compartilhe

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário