O condomínio rural é um contrato de exploração agrária regido pelo código civil, com suas disposições descritas na seção VI – incluídas pela Lei nº 13.777, de 2018.

 

No entanto, os envolvidos – denominados condôminos – podem criar regras próprias, que melhor se aplicam em suas operações individuais e coletivas.

 

Para entender melhor como funciona, leia o conteúdo na íntegra:

 

Agronota - a evolução da contabilidade rural - solicite uma demonstração grátis

 

O que é condomínio rural?

 

O condomínio rural é composto por dois ou mais produtores, que decidem explorar o mesmo imóvel rural, de forma conjunta.

 

Logo, ambos os envolvidos participam da divisão de receitas e despesas, baseando-se em um percentual previamente estabelecido.

 

No entanto, a divisão da propriedade não precisar ser, obrigatoriamente, por lotes, abrindo a possibilidade de divisão por cotas. Assim, todos são proprietário de frações sobre o todo da propriedade, dentro de uma única matrícula.

 

Sobretudo, caso seja do interesse dos exploradores, pode-se demarcar a terra conforme modalidade pro diviso. Veja abaixo as diferenças:

 

Os 2 tipos de condomínio rural

 

O condomínio rural possui, em legalidade, duas modalidades:

 

  1. Pro diviso;
  2. Pro indiviso.

 

Em síntese – no formato pro indiviso – o condômino tem uma parte sobre o todo, sem a necessidade de uma marcação que divida o que é seu ou do outro.

 

Na prática, se a área da propriedade é, por exemplo, de 10 mil hectares e composta por 2 condôminos com cotas divididas igualmente, cada um deles têm 5 mil hectares, independendo de ter uma parte preestabelecida ou demarcada.

 

Agora, para o tipo de condomínio rural pro diviso, os proprietários decidem fracionar a terra, demarcando a área de cada condômino. Mas, atente-se: a área total ainda continua sob uma mesma matrícula.

 

E aí, fácil de entender até aqui? Qualquer dúvida, nos escreva nos comentários logo abaixo. Faremos o possível para respondê-lo e ajudá-lo em seus questionamentos. 💚

 

condomínio rural

Quais são as regras de um condomínio rural?

 

Para que a relação condominial funcione tranquilamente, alguns preceitos se tornam essenciais para evitar problemas ou desentendimentos.

 

Confira alguns acordos previsto pelo código civil:

 

1. Registro de condomínio rural

 

Para que um registro regularize o condomínio, todos os proprietários precisam assinar o pedido e dar início ao processo.

Como a Legislação Federal nada prevê sobre a documentação para o registro de condomínios rurais. Logo, os dados necessários para o registro do imóvel devem ser confirmados nos órgãos estaduais e/ou municipais.

 

2. Posse de terra

 

Nenhum condômino pode dar a posse ou ceder o uso da propriedade para terceiros, sem o consentimento dos demais condôminos.

 

Além disso, também não é permitido arrendar a terra ou concretizar uma parceria rural sem a ciência e concordância dos envolvidos no condomínio rural.

 

3. Venda do imóvel

 

Como definido pelo código civil, não deve-se desmembrar seu lote e criar uma nova matrícula, nem vender para estranhos. No caso de venda de parte da propriedade, os condôminos têm preferência de compra.

 

Desse modo, se a venda para terceiros for comprovada, sem a devida autorização dos demais envolvidos no condomínio, há a possibilidade de contestação e anulação de venda.

 

Ou seja, o condômino pode entrar na justiça em prol do seu direito de preferência.

 

 

Obrigado por ler um conteúdo AgroNota! 🎉

 

Ei, que legal ver que você chegou até aqui. Esperamos que você tenha gostado do conteúdo e que possamos nos tornar grandes parceiros. 

 

Este material foi pensado, escrito e desenvolvido para que nós, do time AgroNota e você, contador, possamos trocar experiências e crescer juntos. 

 

Agronota - a evolução da contabilidade rural - solicite uma demonstração grátis

 

Conteúdos que podem lhe interessar também:

Como lançar o funrural na contabilidade rural
Como conquistar clientes mensalistas no agronegócio
Parceria rural: entenda o modelo de exploração e suas particularidades


Em nosso site, redes sociais e blog, há muitos outros conteúdos para você! Siga o AgroNota no LinkedIn e esteja por dentro das novidades!

 

 

Linkedin Agronota - a evolução da contabilidade rural

 

 

E você? Precisa de um software que te ajude a conquistar clientes mensalistas no agronegócio? Conheça o Agronota, a evolução da contabilidade rural. 

 

Aproveite para ler também:

 

LCDPR: aprenda como gerar o Livro Caixa da Atividade Rural 

 

Gostou do conteúdo? Considere inscrever-se em nossa newsletter e receba os próximos artigos direto em seu e-mail. Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário!

Compartilhe

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário